Carreira

Trabalho e felicidade combinam? Pode ser que sim!

Trabalho e felicidade combinam? Essa é uma pergunta bem importante, mas pouco aproveitada por quem está ativo no mercado de trabalho. Ainda que a sociedade na qual vivemos nos impulsione a cobrar sempre mais de nós mesmos, é importante lembrar de que tudo o que fazemos está ligado a um propósito, que não necessariamente prende-se somente ao salário no quinto dia útil de cada mês.

Os empregos, antes vistos como a melhor forma de pagar as contas e garantir o sustento da família, tornaram-se o impulso para realizações pessoais, o que explica o fato de tanta gente dobrar as horas em frente ao computador, em projetos grandiosos, fomentando a discussão das novas formas de se fazer algo X ou Y.

E, já que passamos boa parte da vida trabalhando, por que não usar esses momentos e lugares/espaços para descobrirmos como ser melhores, não é mesmo? Prova disso é a fundadora do Instituto Pulse, Tami Saito, que é palestrante, mentora e Master Coach. Segundo ela, o treinamento direcionado às equipes ajuda os colaboradores a se entenderem melhor, a resolverem conflitos internos e, consequentemente, a refletirem sobre os resultados de forma positiva e assertiva nas empresas.

“Os colaboradores não só se entendem, como também evoluem e se preparam melhor para os desafios diários. No entanto, o objetivo do programa nem sempre é só resolver conflitos, mas sim, qualificar a liderança, levando-os ao alto rendimento. As organizações que escolhem o programa Bem-Estar, por exemplo, acabam impactando o colaborador, pois vê o programa como um presente que realmente faz a diferença em sua vida. Para a empresa que compreende a ciência por trás do investimento no bem-estar do colaborador, o resultado é certeiro. Todas as atividades, conteúdos e dinâmicas das equipes vêm de um histórico mais do que aprovado, assistido por Harvard e pela Berkeley University; duas conceituadas universidades onde estudei e que acreditam e comprovam a alavancagem de performance, trabalhando com a felicidade e bem-estar no trabalho”, comenta.

Artigos importantes, como os desenvolvidos pelo Instituto Harvard Business Review, apontam que, com os treinamentos voltados para autoconhecimento e descoberta de novas capacidades, é possível proporcionar aos colaboradores uma visão significativa de: futuro, senso de propósito e de construção de ótimos relacionamentos ao longo do tempo.

Outra pesquisa, feita pelo Boston Consulting Group (Grupo de Consultoria Empresarial) aponta que os brasileiros consideram reconhecimento profissional, aprendizado, desenvolvimento de carreira, equilíbrio entre vida pessoal e trabalho como os principais indicadores de realização no ambiente corporativo. As vantagens de ter colaboradores contentes são inúmeras, a começar pela promoção da saúde e qualidade de vida.

Quem defende esses conceitos, e foi uma das peças mais fundamentais para que profissionais capacitados pudessem levar conhecimento e possibilidades de novas descobertas até as empresas, é o trainer e mentor de executivos, Hendre Coetzee. Além de sócio de Tami Saito, Coetzee é o criador do método do 90-Day Turn System, um programa personalizado de coaching, que pode ser adaptado às necessidades e cultura de qualquer companhia ou empresa de consultoria, e que tem sido utilizada por empresas da Global Fortune, por exemplo.

Tantos indicadores nos levam a acreditar que, sim, é possível ser feliz no trabalho; e que, nos é, também, alcançar objetivos antes não imaginados. Vale lembrar de que essa é uma iniciativa, única e exclusiva, de empresas que possuem uma visão clara do quanto seus profissionais são importantes para a saúde dos negócios. Afinal, sem capacitação o caminho do sucesso torna-se bem mais difícil de se concluir.

Aza ContabilidadeTrabalho e felicidade combinam? Pode ser que sim!
leia mais

Planejamento é estratégia para alavancar a carreira

A chance de crescimento na companhia ainda é um dos pontos que mais impactam na escolha de um candidato a uma vaga de emprego. Cabe ao RH atenção dobrada quando se trata de contratação e planejamento de carreira? Reflita mais sobre o tema no artigo de Cleverton Alves,  Chief Operations Officer na Service IT.

Aza ContabilidadePlanejamento é estratégia para alavancar a carreira
leia mais

Meditação melhora desempenho profissional. Veja 6 benefícios

A meditação melhora desempenho profissional. Não acredita? Pois saiba que a prática da meditação vem sendo incentivada por grandes empresas, pelos benefícios que proporcionam às pessoas e, por consequência, ao ambiente de trabalho e aos resultados dos negócios.

Aza ContabilidadeMeditação melhora desempenho profissional. Veja 6 benefícios
leia mais

O poder de economizar sentimentos positivos

Como anda o seu poder de registrar pontos positivos e negativos? Será que está dando mais valor a tudo de ruim que acontece no dia a dia ou fazendo o contrário? O coach e palestrante Wagner Dias fala sobre a “economia de sentimentos positivos” que geralmente fazemos e como deveríamos mudar nossas atitudes.

Aza ContabilidadeO poder de economizar sentimentos positivos
leia mais

5 dicas para atração e contratação mais eficaz

Com a taxa de desemprego do Brasil a 12,9% (IBGE), a concorrência pelas vagas abertas aumenta e, com tanta oferta, nem sempre é fácil escolher o profissional que melhor se adeque ao cargo. Para ajudar no processo, a equipe de Hunting da Organica, empresa que lidera o crescimento acelerado de negócios, separou cinco dicas para uma contratação mais eficaz dentro do contexto da Nova Economia. Confira!

Aza Contabilidade5 dicas para atração e contratação mais eficaz
leia mais

Aprender com os erros: Estratégia para evitar falência de pequenos negócios

Segundo pesquisa da Fundação Dom Cabral, uma em cada quatro startups fecha com menos de um ano de funcionamento e outras 50% param de funcionar depois de menos de quatro anos. Estes dados levantam a importância de identificar e compartilhar mais informações sobre essa jornada empreendedora. O objetivo? Aprender com os erros e evitar que novos empreendedores cometam as mesmas falhas.

Aza ContabilidadeAprender com os erros: Estratégia para evitar falência de pequenos negócios
leia mais

4 dicas para dividir a vida profissional com o parceiro

Você já pensou em dividir a vida profissional com seu parceiro ou parceira? Já vive diariamente a experiência de misturar negócios e vida familiar? Ou só acha que este tipo de coisa dá certo na teoria? Será que dá para conciliar de uma forma mais correta? Confira no artigo as dicas do casal de empreendedores Luzia Costa e Renato Júlio, juntos há 21 anos.

Aza Contabilidade4 dicas para dividir a vida profissional com o parceiro
leia mais

Quatro pilares essenciais para resultados positivos

Resultados positivos: para que eles aconteçam em âmbitos maiores, certamente precisamos trabalhar individualmente em nossos pilares essenciais. No artigo a seguir, Rodrigo Ribeiro, especialista em vendas do setor calçadista e parceiro da software house SetaDigital reflete sobre estes quatro pilares: conhecimento, planejamento, estratégia e disciplina.

Aza ContabilidadeQuatro pilares essenciais para resultados positivos
leia mais

Quatro orientações para praticar a comunicação não violenta

Em tempos em que as pessoas perdem a cabeça facilmente, aumentando o tom de voz e partindo para a agressividade, é fundamental fazermos um esforço para que a comunicação flua sem violência. Neste artigo, o especialista em comunicação Reinaldo Passadori dá quatro dicas.

Aza ContabilidadeQuatro orientações para praticar a comunicação não violenta
leia mais

Trabalho intermitente: Nova modalidade é confiável?

Dentre as mais de 100 mudanças feitas na polêmica Reforma Trabalhista que entrou em vigor em novembro de 2017, incluiu-se o regime de trabalho intermitente. O sistema gerou questionamentos e dividiu opiniões. Mas, antes de ser totalmente contra ou a favor a esta modalidade, saiba como ela funciona.

Aza ContabilidadeTrabalho intermitente: Nova modalidade é confiável?
leia mais