Informativos

Confira algumas ações de auxílio governamental nesta fase

Quem empreende sabe que os desafios diários já não costumam ser fáceis; e em épocas de pandemia e calamidade pública, como a atual, estes desafios se tornam ainda maiores, por isso é fundamental estar atento a todas as ações que o governo vem tomando para tentar auxiliar trabalhadores informais e também empreendedores e seus negócios de alguma forma.

Na AZA estamos atentos para te informar da melhor maneira e auxiliar na sua contabilidade. Conte com a gente! Sabemos que nenhuma crise é eterna, mas é preciso muita atenção para não perder potenciais oportunidades e diminuir custos e riscos. Confira a seguir algumas das ações que já foram aprovadas pelo governo:

Programa de crédito mais acessíveis aos MPEs:

Foi aprovado ontem, terça-feira (07/04) o Programa  Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (Pronampe). Com isso devem ser disponibilizados R$ 10,9 bilhões em crédito para empresas com faturamento anual bruto de até R$ 360 mil. Quem pegar o crédito terá como obrigação manter os empregos entre a data da contratação do crédito e até 60 dias depois do recebimento da última parcela. O empréstimo poderá pagar em até 36 meses com juros de 3,75% a.a e carência de seis meses.

Auxílio de R$ 600 a trabalhadores informais:

Trabalhadores informais que preencherem os requisitos do governo já podem se inscrever desde ontem também (07/04) para receber o auxílio emergencial de R$ 600 (serão 3 parcelas neste valor). A inscrição está sendo feita pelo aplicativo Auxílio Emergencial, da CEF, e também há uma página oficial com mais explicações.

Programa de financiamento de salários:

Uma linha de crédito de R$ 40 bilhões está sendo destinada a empresas com faturamento entre R$ 360 mil e R$ 10 milhões anuais para ajudar na folha de pagamento por dois meses. O empréstimo pode ser pago em até 36 meses com juros de 3,75% a.a e 6 meses de carência. A maior parte do valor concedido com esta finalidade virá do Tesouro Nacional, que disponibilizará R$ 34 bilhões para o BNDES.

Extinção do PIS/PASEP e saque do FGTS:

Em edição extra do Diário Oficial de ontem (07/04) o governo publicou uma medida provisória que extingue o fundo do PIS/PASEP e libera o saque de R$ 1.045 do FGTS a partir de 15/06. Os recursos do fundo PIS/PASEP devem ser transferidos para o FGTS em 31 de maio. O valor acumulado nas contas individuais dos participantes do PIS/PASEP fica preservado e passa a ser remunerado pelos mesmos critérios até então estabelecidos para as contas do FGTS.

 

 

 

Aza ContabilidadeConfira algumas ações de auxílio governamental nesta fase

Related Posts