Informativos

Networking: Dicas para aproveitar ao máximo e crescer profissionalmente

O número de novos empreendedores no Brasil cresce de maneira exponencial. Ter o próprio negócio é o sonho de muitos, mas pode se tornar mais complicado do que previsto. Em especial se o empreendedor não possuir uma rede de contatos profissionais sólida. Não se trata apenas de conquistar clientes. O networking é necessário também com outras empresas do ramo, para fechar boas parcerias com fornecedores, conhecer opções de serviços terceirizados e aumentar a eficiência do negócio de maneira geral.

É difícil encontrar uma empresa autossuficiente, principalmente quando considera-se o pequeno e médio empreendedor. Para manter a saúde financeira da empresa, além de garantir o melhor serviço possível para o consumidor final, será necessária a interação entre negócios dentro do segmento. Algumas vezes, até mesmo de segmentos diferentes. Um exemplo muito claro é a terceirização de serviços como limpeza, atendimento ao consumidor e logística. “Conhecer fornecedores de matérias-primas de qualidade e em conta também é essencial para o crescimento”, diz Camila T. Eskenazi Hakim, sócia da Gráfica Eskenazi, empresa presente no mercado há mais de 60 anos. O networking, dessa forma, torna-se uma das estratégias essenciais para que novos empreendedores promovam o bom desenvolvimento de seus negócios. Mas como utilizar o networking de maneira realmente eficiente?

Assegurando parcerias

De maneira geral, mesmo as maiores empresas dependem, em algum ponto, de parcerias e contatos em sua área de atuação para continuar crescendo.

Nenhuma empresa funciona sozinha. Por mais independente que seja o processo de produção e distribuição, ainda será necessário comprar matéria-prima e contar com parcerias em logística, marketing e outros serviços que não são, necessariamente, a especialidade da empresa. Por exemplo, uma empresa de pequeno ou médio porte que lida com o setor da alimentação dificilmente terá a verba e estrutura para manter setores voltados para o marketing, distribuição e produção de matéria-prima. O networking é essencial nesses casos.

O networking oferece ao empresário a oportunidade de analisar diversas opções quando se trata das parcerias necessárias para que a empresa funcione. É preciso considerar os custos, qualidade obtida e benefícios específicos de cada parceria firmada. Contratos com os fornecedores e distribuidores certos, por exemplo, podem ajudar a reduzir custos, aumentar a eficiência dos processos e melhorar a qualidade do produto final.

O profissional liberal e o networking

O networking é essencial para todos os empresários. No entanto, no que se diz respeito ao profissional liberal, ele se torna vital. “O profissional liberal é aquele que possui formação específica e optou por trabalhar de maneira autônoma. Bons exemplos são professores particulares, profissionais da saúde que possuem clínicas próprias e advogados ou arquitetos que trabalham em suas próprias consultorias”, exemplifica Camila.

O profissional liberal depende fortemente de sua rede de contatos com outros profissionais da área para conquistar novos clientes. Esse tipo de serviço apoia-se na indicação e é comum que profissionais que seriam considerados concorrentes realizem encaminhamentos para colegas de profissão.

Um exemplo claro são advogados especializados em determinados tipos de caso. Ao se depararem com um cliente que precisa de outro tipo de serviço, é comum que recomendem colegas de profissão que trabalham com casos desse segmento. Essas conexões, portanto, são importantíssimas.

Existem inúmeras formas de trabalhar o networking. E isso é válido tanto para o empreendedor tradicional quanto para o profissional liberal. A troca de cartões de visitas em eventos e convenções da área, por exemplo, é uma das mais utilizadas maneiras de aumentar a rede de contatos, abrir novos caminhos e gerar oportunidades. Além disso, é importantíssimo que o profissional não perca o contato com os colegas e professores da faculdade. Eles serão fontes importantes de indicações, tanto de clientes quanto de fornecedores.

Aza ContabilidadeNetworking: Dicas para aproveitar ao máximo e crescer profissionalmente

Related Posts